Cada vez mais, os homens estão querendo melhorar sua aparência física e a experiência sexual de seus parceiros através da cirurgia de aumento peniano. A cirurgia de aumento do penis é uma técnica relativamente nova no campo da cirurgia plástica estética. Foi realizada pela primeira vez na China, em 1984, pelo Dr. Long Daochau [1] e é uma técnica cada vez mais procurada nos consultórios de urologia e cirurgia plástica, principalmente por homens adultos que possuem um penis de tamanho normal, mas que estão descontentes com o comprimento do seu órgão genital.

ATENÇÃO: POR MOTIVO DE APOSENTADORIA DO DR. VALTER NASCIMENTO, NÃO ESTAMOS MAIS REALIZANDO OS PROCEDIMENTOS DE BIOPLASTIA PENIANA E CIRURGIA DO LIGAMENTO SUSPENSOR. A CLÍNICA CONTINUA ATENDENDO OS DEMAIS CASOS DE CIRURGIA PLÁSTICA ESTÉTICA, SOB RESPONSABILIDADE DO CIRURGIÃO PLÁSTICO DR. VALTER HUGO CHAVES.

Na privacidade do consultório médico, muitos homens confidenciam o sentimento de vergonha e baixa auto-confiança experimentados quando estão trocando de roupa na presença de outros homens ou quando estão no quarto com suas parceiras [5]. Eles relatam que se sentem “menos homens” por causa do tamanho do seu pênis. Esses pacientes acreditam que ter um pênis mais longo irá melhorar a sua auto-estima e auto-confiança [6], e diminuir sua frustração constante com o tamanho do pênis. Entretanto, deve-se ter em mente que a relação sexual é mais do que o contato e não se resume apenas ao tamanho do órgão genital: tem a ver com o clima, desejo, grau de excitação e “habilidade” do parceiro.Em nossa clinica, encaramos a busca pelo aumento peniano não como uma simples vaidade, mas sim um desejo lógico e racional do paciente de estar de bem consigo mesmo e com as pessoas a sua volta.  Assim como muitas mulheres desejam seios maiores e sensuais, muitos homens almejam a melhora de sua estética genital  [2], que serviria como uma espécie de reforço em sua auto estima.

ANTES DA CIRURGIA DE AUMENTO PENIANO

Na semana anterior, você não deve tomar medicamentos à base de aspirina (ácido acetil salicílico), pois esses produtos afetam o mecanismo de coagulação sangues e, portanto, pode levar a sangramento excessivo durante e após a cirurgia, daí resultando em aumento de equimoses. Tomar doses elevadas de preparações de vitamina E, comer grandes quantidades de alho e consumo de álcool também podem produzir o mesmo resultado e devem ser evitados.

Deve-se parar de fumar, pelo menos, duas semanas antes e até 2 semanas após a cirurgia. É bem conhecido que o fumo leva a um estreitamento dos vasos sanguíneos, diminuindo o fornecimento de sangue  para a pele, o que retarda o processo normal de cicatrização.

Certifique-se de informar o seu médico de todos os medicamentos que toma, bem como possíveis alergias.

O seu cirurgião vai decidir quais exames preliminares são necessários, tais como exames de sangue, eletrocardiograma, ou raios-x dos pulmões.

A CIRURGIA DE AUMENTO PENIANO

A cirurgia para aumento peniano compreende dois ramos principais: a cirurgia do ligamento suspensor ( aumento em comprimento )[10] e bioplastia peniana ( engrossar o penis ) [7][8]. A cirurgia do ligamento suspensor tem objetivo principal de proporcionar aumenta do penis em estado flácido , e em menor extensão , o comprimento ereto. O aumento médio observado nesse procedimento irá variar de pessoa para pessoa, de acordo com as características anatômicas de cada um, e não pode ser determinado previamente à realização da cirurgia. O procedimento consiste na liberação do ligamento suspensor que prende o corpo peniano ao osso púbis. Com essa liberação, ocorre uma exteriorização da região peniana que ficava “escondida” na região pubiana, determinando um ganho principalmente em estado flácido. O aumento peniano médio observado fica entre 1 a 2 cm [10], e é bastante variável, dependendo da anatomia individual de cada paciente ( ao cortar o ligamento suspensor, o aumento observado pode ser maior ou menor que a média, dependendo das características individuais de cada paciente) . Devido a essa imprevisibilidade dos resultados ( como dito anteriormente, não se pode prever o quanto de tamanho o paciente irá ganhar após a realização da cirurgia ), esse procedimento tem sua indicação restrita para casos de  pacientes com micropênis ( com tamanho inferior a 4 cm). Nesse caso a indicação da cirurgia justifica-se quando os benefícios psicológicos superam o risco e o custo do procedimento. Especificamente, o grau de prazer sexual do homem não é aumentado por este procedimento, sendo um procedimento estritamente estético. Geralmente, o procedimento peniano mais procurado pelos homens com pênis de tamanho normal é a bioplastia peniana, que, embora possua indicação primária para aumentar a circunferência do pênis, também promove um pequeno aumento em comprimento flácido.

cirurgia para aumento do penis

No caso da Bioplastia Peniana, o objetivo é de engrossar o penis ( aumentar sua circunferência ). Devemos lembrar que a vagina feminina possui grande parte de sua sensibilidade localizada em seu 1/3 mais externo e que seus receptores sensitivos estão distribuidos de forma circular na região. Dessa forma um penis mais grosso ( e não um penis de maior comprimento como se comumente pensa ) provoca maior atrito na região e portanto maior excitação durante o ato sexual. Diversos estudos [3] comprovam esse fato, demonstrando que é mais importante e prazeiroso para a parceira um penis de maior largura ( circunferência ), do que um penis de maior comprimento propriamente dito. Deve-se ressaltar que a Bioplastia Peniana com substâncias biocompatíveis ( técnica utilizada para engrossar o penis ) não possui influência sobre a potência ou qualidade da ereção, possuindo caráter estritamente estético.

Nesse video educativo você confere em 3D como é a cirurgia de aumento peniano

A bioplastia peniana é realizada sob anestesia local, em ambiente ambulatorial e consiste no implante de biomateriais (substâncias compatíveis com o organismo humano), que é injetado ao longo do corpo peniano determinando seu aumento circunferencial. Para sua realização, é necessário que o paciente seja previamente circuncisado ( tenha realizado a cirurgia de fimose ). No pós operatório o paciente deve utilizar o aparelho extensor peniano [4] por 30 dias, de modo a preservar a modelagem peniana realizada pelo cirurgião e prevenir a retração cicatricial.

DEPOIS DO PROCEDIMENTO

Durante os primeiros dois ou três dias após a cirurgia , o paciente pode apresentar um pequeno desconforto, normalmente controlado com o uso de analgésicos por via oral. Inchaço e hematomas são comuns, e esses irão desaparecer depois de aproximadamente duas semanas.  Consultas de acompanhamento serão agendadas, de modo que seu médico possa se assegurar que o processo de cura esteja ocorrendo de forma satisfatória.

No caso da cirurgia do ligamento suspensor, o paciente pode retornar as atividades profissionais em cerca de 3 dias, desde que não envolva esforço físico intenso. Deve-se respeitar um periodo de abstinência de atividades sexuais por no mínimo 30 dias. Para evitar o processo de retração cicatricial que poderia comprometer os ganhos obtidos com a cirurgia, o paciente deve ainda utilizar um aparelho extensor peniano [4] por no mínimo 8 meses. O sucesso da cirurgia irá depender em grande parte no correto seguimento da fisioterapia pós operatória realizado pelo paciente com a utilização do aparelho extensor, que poderá proporcionar ganhos adicionais no tamanho do penis, além daqueles obtidos durante a cirurgia.

TODA CIRURGIA ENVOLVE RISCOS E INCERTEZAS

Embora seja classificada como um procedimento experimental pelo Conselho Federal de Medicina, as intervenções cirúrgicas ligadas ao aumento peniano são cada vez mais difundidas ao redor do mundo. Como todas as operações, a cirurgia de aumento peniano não é isenta de complicações, que embora sejam raras  [2],  podem acontecer. Entre as complicações possiveis temos: infecções, hemorragias, hematomas ( ocorre em menos de 1% dos pacientes, e apresentam cura espontânea). Para saber a lista detalhada de complicações relacionadas ao procedimento, converse com o seu médico e esclareça TODAS as suas dúvidas.

Não foram observados efeitos conhecidos sobre a performance sexual. Os procedimentos , tanto para aumento quanto para engrossamento do penis, possuem objetivo estritamente estético, não afetando a sensibilidade ou potência do paciente. Entretanto, não podemos esquecer que o nosso órgão sexual principal é o cérebro e ninguém pode prever como ele vai reagir após a cirurgia. Geralmente, observa-se que a maioria dos homens que realizaram a faloplastia se sentem mais confiantes sobre si mesmos, o que pode refletir positivamente sobre a sua atividade sexual.

SERÁ QUE EU TENHO INDICAÇÃO?

A conduta nas diferentes disfunções sexuais deve ser avaliada caso a caso, de modo que o médico andrologista possa oferecer ao paciente a melhor solução para que o mesmo desfrute de uma vida sexual plena e saudável. Se você ficou interessado em algum dos tratamentos mencionados nesse artigo, agende uma consulta com seu médico para esclarecer suas dúvidas.

ATENÇÃO: POR MOTIVO DE APOSENTADORIA DO DR. VALTER NASCIMENTO, NÃO ESTAMOS MAIS REALIZANDO OS PROCEDIMENTOS DE BIOPLASTIA PENIANA E CIRURGIA DO LIGAMENTO SUSPENSOR. A CLÍNICA CONTINUA ATENDENDO OS DEMAIS CASOS DE CIRURGIA PLÁSTICA ESTÉTICA, SOB RESPONSABILIDADE DO CIRURGIÃO PLÁSTICO DR. VALTER HUGO CHAVES.

ATENÇÃO : Esse artigo informativo foi baseado na bibliografia científica abaixo. As informações contidas aqui são somente de caráter geral, educativo e de divulgação de conhecimento no campo da Medicina, Andrologia e Sexologia, não tendo como objetivo substituir qualquer etapa do tratamento médico ou indicar qualquer tipo de cirurgia.

REFERÊNCIAS CIENTÍFICAS:

1. Long DC. Elongation of the penis. Chinese Journal of Plastic Surgery and Burns 1990;6:17-9

2. Panfilov DE. Augmentative phalloplasty. Aesthetic Plast Surg 2006; 30: 183–197.

3. A.B. Francken, H.B.M van de Wiel, M.F. van Driel, W.C.M Weijmar Schultz “What Importance Do Women Attribute to the Size of the Penis?” European Urology 42 (2002) 426-431

4. Atlas of reconstructive penile surgery. Autores: AUSTONI, EDOARDO. Publicado em: Jan-2010 / Pacini Editore – pág. 359

5. Brian S. Mautza,Bob B. M. Wongb, Richard A. Petersc, and Michael D. Jennionsa “Penis size interacts with body shape and height to influence male attractiveness” PNAS – February 2013

6. Spyropoulos E, Christoforidis C, Borousas D, Mavrikos S, Bourounis M, Athanasiadis S. “Augmentation phalloplasty surgery for penile dysmorphophobia in young adults: considerations regarding patient selection, outcome evaluation and techniques applied.” Eur Urol. 2005 Jul;48(1):121-7; discussion 127-8

7. Use of Macrolane VRF 30 in Emicircumferential Penis Enlargement – Aesthet Surg J. 2013 Feb 1;33(2):258-64. Sito G, Marlino S, Santorelli A.

8. Dong Hyuk Kang • Jae Hoon Chung •Yong Jin Kim • Haeng Nam Lee • Seung Hoon Cho •Taek Hee Chang • Seung Wook Lee “Efficacy and Safety of Penile Girth Enhancement by Autologous Fat Injection for Patients with Thin Penises” Aesth Plast Surg (2012) 36:813–818

9. Lipoaspiração: Princípios e Prática – Melvin A. Shiffman, Alberto Di Giuseppe – 2006 Springer pg. 177

10. Li C, Kayes O, Kell PD, Christopher N, Minhas S, Ralph DJ. Penile suspensory ligament division for penile augmentation: indications and results. Eur Urol. 2006; 43; 729-733.

11.Text Atlas of Penile Surgery – Daniel Yachia  , 2007 Informa UK Ltd pg 212

12. Shirong L, Xuan Z, Zhengxiang W, Dongli F, Julong W,Dongyun Y. Modified penis lengthening surgery: review of 52 cases. Plast Reconstr Surg 2000; 105: 596–599

13. Pagani, E.; Glina, S.; Torres L. O.; Puech-Leão, P.; Reis, J. M. S. M. CONGRESSO DA ABEI, 5., São Paulo, 1999. Anais. p.39. J. Bras. Urol., v.25, n.4, p.76, 1999. Suplemento especial.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.